sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Sim, mais um ano.

 

Foto por @iJmillz

Olá, se você está lendo isso quer dizer que, finalmente, estamos em 2021. Não sei se propriamente o primeiro dia, mas cá estamos. São 19 e trinta e poucos e o sol começa a se pôr.

Sim, eu sei que eu prometi a mim mesmo estar de volta no dia seguinte da ultima postagem e protelei isso pelo mês todo. Não se engane, martelei a ideia e as ideias que cairiam aqui por inúmeras vezes. Eu sou assim, fico de fazer e acabo por me desfazer em vários pedaços de culpa. A culpa que hoje declaro apenas "culpa católica", pois minha realmente não o é.

Depois dessa entrada triunfal, teremos o grande feitio que é a postagem primeira do novo ano.

Sim, a primeira postagem cheia de alegria e esperança, aquela que vai trilhar todas as outras durante o novo ano. Como se isso realmente fosse possível. Né?

Sei que o ser humano vive de ultimatos e que adora firmar um novo ciclo para pontuar novos ideais. Sim, a gente já viu isso aqui muitas vezes. Este ano, então, não seria diferente. Daí, aqui estão minhas metas para enquanto eu permanecer vivo e em quarentena:

1) Continuar vivo - sim, isso é muito importante, e por mais óbvio que seja, eu quero dizer que seguirei todas, TODAS, as diretrizes de saúde pública que estiverem ao meu alcance. Nada de justificar saídas aglomerativas com "é para minha saúde mental", porque isso é passar pano para a coisa errada. E, como todo gato escaldado, não me convém pactuar com essas falácias infundadas para tentar justificar o injustificável. Por isso, sigo em quarentena solitária em prol da minha vida e da saúde pública. Fazendo tudo o que é possível para continuar sem a culpa de assassinar culposamente outras pessoas;

2) Estudar mais - mesmo com o ENEM ter sido auto cancelado pela falta de vacina e o SISU acontecer antes da prova, eu quero muito continuar estudando e tentando entender as máximas do mundo e tentar também trilhar um caminho de tutor da palavra para, inclusive, tentar, ao menos um pouco, desmistificar para o grande público as coisas da vida. Sejam elas nas áreas biológicas, humanas, sociais aplicadas e afins. Ver realmente uma turminhas para dar uma ou duas aulas sobre as coisas;

3) Streaming a lot - Continuar a saga da e-gurl na twitch e ver uns jogos legais e conversar bastante com as pessoas. Isso foi o que me salvou durante a pandemia e um mundo novo que abriu com grandes e claros objetivos. Estar ao vivo, ver pessoas virtuais e conectar com o mundo é uma dádiva que me deixou são e contente comigo mesmo;

4) Terminar de ver as séries e filmes que eu gosto - Mesmo sem estar no catálogo, ainda quero terminar de ver os contos e reviravoltas que conquistaram tanta gente. Terminei muita série em 2020 e quero continuar vendo 2 horas de série por dia enquanto puder. Focando na atual e deixando a lista longa para pensar em depois;

5) Ler mais, bem mais - Ler é algo que me fascina em produção e consumo. Quero conseguir seguir em frente com o Clube do Livro, e ler os da minha meta pessoal. Quero ao menos terminar a metade da minha lista de famosos. Uns 60 livros esse ano. Apenas;

6) Emagrecer - Nossa, se tem uma coisa que eu quero muito esse novo ano é seguir recomendações de exercícios físicos e voltar a vestir 2. Quero comprar umas roupas sociais e calças de linho e me sentir bonito, confortável e contente comigo mesmo. Dane-se os outros. Isso é por mim. Roupas que combinem com minha sapatilha vermelha tão linda;

7) Viajar novamente - se tiver vacina. Quero continuar vendo meus colegas e amigos da internet e quebrar o tabu de existir apenas no virtual. Conseguir dar um abraço nas pessoas que me fazem existir através de caracteres é fundamental para que me realize como pessoa. Que eu veja na pessoa aquilo que ela me faz quando conversa comigo e transforma o meu dia. Não importa o lugar, cedo ou tarde a gente vai se encontrar;

8) Ser uma pessoa ligeiramente melhor - Não por mim, mas pelas outras pessoas. Tratar uns traumas e transtornos, assim como síndromes e doenças mentais. Quero poder me sentir bem o suficiente para chegar na terapia e me sentir desarmado e simples. Assim, quem sabe, eu possa te entregar o melhor de mim; 

9) Cozinhar comidas típicas - Quero fazer um São João bem gostoso. Não importa o mês, farei todas as comidinhas gostosas;

10) Ajudar minha família - esse tópico ainda está remoto, mas será concluído; 

Se tudo der certo, ao menos dez por cento será feito e muito festejado. Metas devem ser possíveis e passíveis de flexibilidade, porque dependem de muitas variáveis e, por isso, vivemos em um mundo de possibilidades.

E você, o que nos traz nesse novo ano? 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

(In)Competência

  Imagem por @brianchorski Era uma questão de tempo quando ele veio se redimir outra vez. É sempre sobre escolhas, família, amores e sonhos,...