sábado, 28 de maio de 2011

Aos teus pés.

 Sempre ouço por aí que a mulher sempre manda na relação, sempre são as alfas da história. Bom, não concordo muito com isso não, até porque acompanho os dois lados e vejo o quanto é balanceado. Tenho amigos com problemas de superioridade e tenho amigas com o mesmo problema, e os parceiros deles (os agentes passivos) só deixam se passar por passivos porque querem, pois em outra situação seria o inverso.
 O fato de gostar/amar o outro faz-nos abaixar a cabeça lindamente, e isto acaba sendo visto como passividade imposta e não optativa como realmente ela é. Até porque o relacionamento está nas mãos de quem gosta menos. A qualquer momento pode haver uma quebra de regras e tudo se inverter, basta quem gosta mais se abusar de ser massacrado, humilhado, ou indiferenciado pelo agente ativo.
 Mulheres em geral costumam ser boas atrizes em DR's, porém já vi muitos marmanjos que gostam de deturpar verdades e conseguem, assim como elas, reverter toda uma situação. Logo tudo passa a ser uma questão de criatividade no momento da discussão.
 O problema de mentir não é o que você inventou, mas sim o que você deixou de inventar. E quanto mais criativo e persuasivo você é, mais chances você tem de conseguir fazer a história miraculosa virar verdade.
[completando]

Ouça


 Uma das minhas melhores formas de expressão é a música. Sinto a música e seus ritmos como se fosse uma conversa, uma novela, um filme, um mundo, um universo. Sempre há uma música que se encaixa exatamente com o que você pensa agora, ou no que está fazendo, ou no que está vestindo e até mesmo comendo. Se a vida pudesse ter uma trilha sonora original, garanto que teria de tudo um pouco. Principalmente pelos vários e inconstantes momentos em que nos colocamos.
 Várias citações de músicas são tão profundas e tocantes quanto de grandes autores literários, principalmente aquelas que vemos no status do MSN. Porém nem tudo o que ouvimos destaca nosso caráter, em fases difíceis podemos preferir músicas mais leves ou mais pesadas, ou poderemos apenas ouvir para as pessoas perceberem o que estamos ouvindo e é aí que dizemos : PRESTA ATENÇÃO NA LETRA!
 Lógico que há situações deveras diferente, mas quase sempre é a mesma, nosso estilo musical marca nosso modo de ser, nosso gosto de se vestir e as pessoas que temos mais afinidades compartilham de um senso para estes estilos ou pelo menos respeitam. Não quer dizer que temos que ser rotulados, longe disso! Mas como um gosto para filmes, tens alguns que você se empolga e marca no calendário para ver na estréia e tem outros que você espera passar na sessão da tarde.
 Para finalizar, espero que estejam gostando das músicas que costumo colocar aqui ou citar apenas, é algo meu sim, porém compartilho com todos que me seguem. Qualquer dúvida ou adicionamento só me falarem. E para saberem o que eu quero dizer é só ver/ouvir o que estou ouvindo e prestar atenção na letra.

Até mais Brasil!


 Escolher onde será seu ponto de partida para a vida adulta não é tão simples quanto parece. É certo que a empolgação do mundo novo acaba rompendo as barreiras do medo do próprio lugar, e a solidão que isto acarreta, mas é de fato muito importante todo um estudo do lugar para onde vamos.
 Não me importo qual exatamente o lugar da Europa no qual eu me fixarei, afinal meus propósitos são profissionais e não turísticos. Podendo percorrer todo aquele Euro sistema em viagens de trem, avião ou barco, passando por paisagens belíssimas é de cortar o coração, eu sei.
 Como toda mudança, o choque será grande, ou não, dizem por aí que eu tenho sangue inglês. Só saberei quando chegar lá, daqui a poucos meses. Enquanto isso vou me aprofundando e estudando sobre as localidades possíveis de reestruturação. Não vou ganhar rios de dinheiro, mas também não passarei fome... terei uma vida tranquila e pacata.
 Quer dizer, tranquila nem tanto, sei como sou meio louco e afoito em algumas condições, tentarei ser sensato e focado em meu propósito. O que não quer dizer que vou virar um robô, mas sim um tradicional aluno de intercâmbio que some as vezes. Apenas quando se fizer necessário.
 Sem contar que começar uma vida apenas com roupas é muito difícil, até porque o sedex para lá é uma fortuna em reais, daqui que eu tenha tudo que eu preciso daqui pra lá eu termino minha pós-graduação. Se bem que uns anos a mais ou a menos seria de bom tamanho para exportar coisas para o meu Brasil, tanto presentes (que todo mundo quer), como coisas pessoais e avulsas.
 Não terei saudades desse Sol infernal, talvez de poucas coisas e pessoas... Mas como tudo só acontece na hora certa, não contarei com os ovos dentro da galinhas, darei tempo ao tempo e continuarei trabalhando nos meus projetos de vida acadêmica. Sem esta não teria tantas oportunidades.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Caminho e Distância



A distância pode haver vários significados, por exemplo, na matemática é a distância de dois pontos, na geografia é a distância entre duas cidades, na história, é a distância de dois séculos, e no amor, o que significa a palavra distância, bom, segundo Rabutin, a distância pode fazer duas coisas com o amor....pode fazer com que um pequeno sentimento desapareça e também, pode fazer com que um grande sentimento se inflame, é como se fosse uma lâmina de dois gumes, tem que saber lidar com ela, distância + mentira = Desconfiança, distância + carinho = Amor

Esse é um grande tempero para os enamorados, não deixem que a distância acabe com um sentimento, a distância no seu lado bom, faz com que você sinta vontade de ver a pessoa, da vontade de falar com a pessoa amada, da vontade de até mesmo, independente da distância, ir até essa pessoa (isso se você tiver condições $$$), mas também, tem seu lado sombrio, seu lado negro, a distância pode esfriar um relacionamento como uma geada na madrugada, pode fazer com que, a confiança se transforme em desconfiança, por isso, use esse poderoso ingrediente no seu relacionamento, sabendo que têm que ter a dosagem certa para não ter o outro lado.

Agora, vamos ver o que alguns pensadores acham dessa palavra Distância:


"A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande" (Roger Bussy-Rabutin)

"A distância mais longa é aquela entre a cabeça e o coração."(Thomas Merton)

"A distância é como os ventos: apaga as velas e acende as grandes fogueiras" (Machado de Assis)

"Por que nos conhecemos? Por que o acaso o quis? Foi porque através da distância, sem dúvida, como dois rios que correm a unir-se, nossas inclinações particulares nos impeliram um para o outro."(Gustave Flaubert)

"Se pela força da distância,você se ausenta.Pela força que há na saudade,vc voltarás."(Padre Fábio de Melo)

"Solidão é a distância que o separa de você mesmo e não a distância que o separa dos outros."(Luiz Gasparetto)

"O amor calcula as horas por meses, e os dias por anos; e cada pequena ausência é uma eternidade."(John Dryden)

"A distância é o fascínio do amor."(Corrado Alvaro)

"Não é a distância que mede o afastamento"(Antoine de Saint-Exupéry)

"A Distancia permite Saudade, Mas nunca o esquecimento, por mais longe que você esteja, sempre estará no meu pensamento." (Tailison)

"Não importa a distância que nos separa mas sim o amor que nos une."(Melissa Costa)

F.r.i.e.n.d.s

 Embora a concordância da frase esteja errada, creio eu, mas é de suma importância sua essência: "Amigos são a família que a gente escolhe."
 Não falo sobre isso por dar-lhes importância no momento, nem tampouco por falta deles... apenas acho digno uma postagem de modo geral, para aqueles que me acompanharam, acompanham ou acompanharão em um certo futuro. Que somos mutáveis isso já sabemos, mas você já parou para pensar quantas vezes nós mudamos de 5 anos para cá? Se se os amigos de antes são os mesmo de hoje, ou então quantos já passaram por nós?
 Não sei muito bem se a vida está muito depressa ou muito desfocada, mas ela passa de uma forma tão sublime, que percebemos que ela está passando quando nos damos conta de fatos super importantes, verdadeiros marcos históricos, tal como as torres gêmeas, eleição do Lula, meu sobrinho fazendo 12 anos de idade... sério, isso me deixa tão perplexo, lembra do grupo "É O TCHAN"? e do programa de jogos do "HUGO"? mas do "IVO HOLANDA" ninguém esquece né... pois é, a gente esquece por um tempo. Em se tratar de lembranças e do corre-corre do dia, a gente acaba por atropelar as coisas e as horas passam, os dias, os anos, e por fim décadas. Quem dera não fosse os 2 anos sem MJ, não é mesmo?
 Quando eu encontro um verdadeiro amigo que não via a muito tempo, e sempre me perguntam quais as novas, sempre respondo a mesma coisa "sem novidades", mas ao passar mais um tempo a conversar é que as coisas vão fluindo, e jorram informações de variados tipos e tamanhos. De praxe alguém está casado ou grávida, raramente algum acontecimento de deixar os miolos no teto.
 Lembro do tempo que amigos eram aqueles que ficavam comigo nas calçadas da vida, comendo pipoca e rindo dos outros, inventando histórias e jogos, tendo conflitos e fofocas entre si, ou apenas vendo um filme qualquer. Lembro do tempo que ir ao shopping era coisa de adultos, e nós pequenos apenas íamos na estréia de Harry Potter, e sempre alguém ia nos levar e nos buscar... Bons tempos esses que não voltam.
 Hoje amigo tem outro significado, nós crescemos tanto fisicamente (nos tornamos homens e mulheres), mentalmente (somos idealizadores, críticos nato), espiritualmente (acho que essa parte nem tanto viu) e com todo esse crescimento, cresceu junto o conceito de amigo. Amigo hoje, é aquele cara/garota que não nos deixam em nenhum momento ou circunstância, que quando a gente precisa, seja de que forma for eles estarão lá, são aqueles que sentem quando algo vai errado e chegam junto, são os que brigam conosco quando estamos errados, são os que comemoram quando estamos indo bem, são os que nos perdoam e perdoamos quando acontece algo de grave, são os que nos aceitam independente de raça, sexualidade, signo, projeção e manias, são os que convivem conosco, são os que vivem longe, são os que partiram para mais longe ainda, foram os que faleceram mas deixaram suas vidas em nosso espírito, são os que vão aparecer no nosso caminhar.


 Não importa qual o tipo de amigo que você tenha, se é só os de balada, só os de barzinho, só os deprimidos, só os nerds, só os descolados, só os gays ou a fins, só os psicólogos, só os aventureiros, só os malucos, só os ... Há milhares de tipos de amigos que servem só pra um tipo de coisa ou para vários. Não importa qual tipo ele/ela seja, agradeça sua amizade e faça valer o tempo com eles.
 Os melhores amigos são os fodas, são aqueles que estão com você no momento certo ou errado, estão vendo você fazer besteira, brigam com você, dão todos os conselhos, mas mesmo assim vão "apoiar" ou ficar indiferente, depois da besteira (seja ela qual for) eles vão estar lá dizendo "eu não disse?" e ainda te acolhem novamente "chore não, sempre há um jeito". São os que estão nos piores e melhores momentos da sua vida, são aqueles que quando acontece algo de muito bom ou muito ruim, você liga automaticamente para eles, ou manda logo uma mensagem coletiva. São aqueles que quando você vai pro hospital, não dá 30 minutos e eles estão brigando para ler o prontuário e discutindo com os médicos para você ser atendido preferencialmente. São os que arrastam você de casa quando você está na fossa depois de um término de namoro, deixam você beber até não conseguir mais e te levam pra casa ou até mesmo para casa de algum deles só pra você acordar num lugar tranquilo e aconchegante. São os que não esquecem seu aniversário, seu casamento, sua primeira saída com a turma, sua primeira briga, suas piadas internas, seus erros, eles não esquecem nada disso... podem até esquecer, mas só a presença deles em nossas vidas os tornam tão especiais que isso faz com que nós os perdoemos. Podemos deixar de falar com um melhor amigo por 50 anos, ele vai ser sempre nosso melhor amigo, nosso amigo-irmão.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Old School

Escrevo só para reivindicar meus direitos em desfavor de meu caro amigo @carlos_lunatic, que disse que eu estava paquerando uma cocotinha. (Pra quem nunca ouviu esse termo, cocotinha é o mesmo que adolescente). O pior disso tudo é que eu realmente nem tinha prestado atenção, tinha visto e tal, mas não tinha nenhum interesse. 

Como estou solteiro declarado já faz um bom tempo, qualquer pessoa que seja "meu perfil", meu amigos acabam tentando me acordar para um possível encontro, rolo, ou coisa do tipo. Só que eu já expliquei que gente nova é problema, já basta o que eu já passei e ainda dar uma de babá para aborrecente... não rola né?

Embora eu seja antenado com o mundo moderno, sou muito arcaico em sentido amplo. E não venha me dizer que você é da nova geração e tem muito mais valor do que a minha geração. Quanto mais moderno você for hoje, mais ultrapassado você vai ser amanhã!

Sou muito OldSchool, o que me deixa entre duas gerações distintas. Um mix de informações e métodos de convivência, tudo isso somado a bons amigos e atitudes marcantes. Mas do que eu estou falando? De ter uma visão de onde você está por mais que você ande, suas raízes vão lhe dizer para onde você possivelmente vai parar.


 Ser OldSchool é ter relação com os anos 70, a música alternativa, as roupas características e claro, os velhos hobbies (desde o nintendinho até as saídas dias de sexta a noite para uma festa particular). Mas o que seria realmente “Old School”? É simples, tratando em miúdos Old School é: “Fazer algo hoje, abrindo mão do moderno, exatamente como era feito, antigamente.” Realmente simples não acha? Não? Então toma alguns exemplos:


- Cozinhar como a vovó em fogão de lenha abrindo mão da comodidade do gás, é Old School!
- Colecionar e os velhos Long Plays (LPs) ao invés dos modernos CDs e DVDs, é Old School!
- Preferir tirar as suas fotos em máquinas analógicas, com filme de celulose, é Old School!
- Jogar Super Mario World em vez de God of War III, é Old School!
 Ser Oldschool não é abrir mão da tecnologia para viver como antigamente, mas temos algumas situações que para nós se torna mais prazerosa fazendo assim. Não é querer, é ter a experiência. Não se pode criar experiência. É preciso passar por ela.


 Além do mais, há toda uma temática de vestimentas, como usar os velhos All-Stars, camisetas estampadas com um tipo de movimento ou desenhos e temáticas lúdicas, o bom estilo Pin-up das garotas, tudo isso regado de muita atitude. O ar de quem se veste OldSlchool é sensacional, é um ótimo estilo casual de presença e atualidade. A moda é um conjunto de coisas novas e antigas, se observar o atual movimento fashion você poderá ver que algumas peças se reciclam de outros movimentos. OldSchool sempre estará em alta, seja em alguns acessórios ou peças, seja em todo conjunto de roupas, modo de pensar, atitudes na vida, ou passa-tempos.

Nostalgia


 Consegui finalmente identificar qual a sensação real da nostalgia que eu estava sentindo. Por passar mais uma vez por uma situação batida, e acabar de quase mesmo modo, em todos os sentidos, me peguei pensando no meu primeiro e leal relacionamento. E isso me fez perceber o quanto, hoje, eu sou diferente. É fato que as coisas evoluem ou estacionam, assim como eu cresci em alguns sentidos e em outros nem tanto, vejo que você também trilhou seu caminho e hoje é uma mulher fantástica, mais que antes... muito mais.

 Mas o tempo passou, oportunidades foram tolhidas, esperanças despedaçadas e corações machucados. Tudo isso por um singelo egoísmo juvenil, que de fato fora necessário para o crescimento de ambos. Hoje não me vejo junto à ti, como outrora... tentar alguma relação seria deveras estranho, e nem a amizade seria possível por nossos vínculos serem distintos. 

 Uma saída qualquer, uma conversa casual, um telefonema de saudades.... tudo isso pode acontecer, mas reatar algo que já se dissipou é verdadeiramente improvável. Condutas diferentes me fizeram ser mais bem decidido do que antes, principalmente aos assuntos de relacionamentos. Por mais flexível que eu seja, as figurinhas repetidas não completarão meu álbum.

 Foi minha maker, não nego. Laços eternamente traçados numa linha mútua de compaixão e carinho, porém com perspectivas de família, não de amantes. Ser sincero no mundo da mentira é algo estranho de início, quanto mais se vive mais se descobre que: a maioria das pessoas são falsas, e a outra parte engana bem. E umas das coisas que você me ensinou foi nunca mentir por nada e ninguém, no máximo suavizar a verdade para que não pareça grosseria.

 Lembro de nossas viagens noturnas, passeios de aventuras, lugares incríveis, músicas fodásticas. Era tudo muito legal, muito único, quando não tínhamos desavenças e discórdia, será que você ainda continua teimosa? Espero que não! (rsrs) As pessoas mudam, os sentimentos mudam. Isso não significa que o amor partilhado uma vez, não era verdadeiro e real.

Sinta a vibe


Fun

So long,
I've been waiting to sing this song
Not sure,
if it worth it anymore
Working anymore
And people always ask about you
And people always want to talk about you
Sometimes when I sleep I think about you,
With your new someone, ohh.

Didn't we have fun
I know it hurts like hell
When you can't be with someone

Try
Never stop to wonder why
Ohh how
I just hope you happy now
Hope you happy now.
People always
Ask about you
People always
Want to talk about you

Sometimes when I
Sleep I think about you
With your new someone, oh

Didn't we have fun
I know it hurts like hell
When you can't be with someone

Didn't we have fun
I know it hurts like hell
Yeah, I don't want to forget
I don't want to forget
Divertido

Tanto tempo
Eu esperei para cantar essa canção
Sem ter certeza
Se valia a pena ainda
Continuar trabalhando
E as pessoas sempre perguntam sobre você
E as pessoas sempre querem falar de você
Às vezes, quando eu durmo, eu penso em você
Com o seu novo alguém, oh

A gente não se divertia?
Eu sei que dói demais
Quando não dá para ficar com alguém

Tente
Nunca pare para se perguntar por quê
Oh como
Espero que você esteja feliz agora
Espero que você esteja feliz agora
As pessoas sempre
Perguntam de você
As pessoas sempre
Querem falar sobre você

Às vezes, quando eu
Durmo, eu penso em você
Com o seu novo alguém, oh

A gente não se divertia?
Eu sei que dói demais
Quando não dá para ficar com alguém

A gente não se divertia?
Eu sei que dói demais
É, eu não quero esquecer
Eu não quero esquecer

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Saudades...


Em alguma outra vida,
devemos ter feito algo de muito grave,
Para sentirmos tanta saudade…
Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé , doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa,
Dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe,
Saudade de uma cachoeira da infância,
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais,
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu,
Saudade de uma cidade,
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem estas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar no quarto e ela na sala, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela pra faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor,
Ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.
Não saber mais se ela continua fungando num ambiente frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ele foi à consulta com o dermatologista como prometeu.
Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre culpada,
Se ele tem assistido às aulas de inglês, se aprendeu a entrar na internet,
A encontrar a página do Diário Oficial, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros,
Se ele continua preferindo Malzebier, se ela continua detestando McDonalds,
Se ele continua amando, se ela continua a chorar até nas comédias.
Saudade é não saber mesmo!
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos,
Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento,
Não saber como frear as lágrimas diante de uma música,
Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
É não saber se ela está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso…
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.
Saudade é isso que eu estive sentido enquanto escrevia
E o que você provavelmente estará sentindo depois que acabar de ler.
by Miguel Falabela

terça-feira, 3 de maio de 2011

The Ex One

 Quando nós gostamos de alguém, sempre temos plena convicção que possamos ser tudo o que aquela pessoa precisa, podemos ser até o ar que ela respira, o chão que ela pisa, a água que ela bebe... Mas e se você não pensa assim, mas quer mostrar que você vale a pena?
 Não sou a melhor pessoa do mundo, nem a pior, sou apenas eu. E disso eu tenho plena convicção que já é muito problema e muita solução, uma confusão entre complexo e simples, gentil e rude, reflexivo e prático. Um verdadeiro Black in White.

 Estou escrevendo, por dois motivos: 1. Por não ter como me desvincular de forma imediata, até porque foi difícil acreditar que seria possível, mas ainda assim fiquei segurando esse nó e desatando aos poucos. 2. Por ter certeza que eu não sou uma pessoa para relacionamentos, isso é um fato comprovado científicamente.
 Se você olhar direito verá que eu não tenho nada a oferecer, meu mundo é totalmente alienígena, minha época é antiga, meus valores são ultrapassados e minha história de vida é bem radical (já aconteceu de um tudo). Pergunto porque alguém em sã capacidade mental iria em busca de alguém como eu, mas é claro que não vai. 

Gosto literário abrangente, RPG/Card game, sede de aventura radical, aptidão de aprendizagem, cultura geral e alternativa, músicas inglesas, filmes diversos, séries famosas, leitura dinâmica, humor negro, sarcasmo, atividade física, sedentarismo aplicado, viagem astral, realismo concretista, sinceridade ácida, falsidade cínica, chateação alheia, ridicularização de populares, amizade inabalável, pensamentos contestáveis, frívolo e rude, reflexões infinitas... 

São tantos defeitos e qualidades difusos numa pessoa que parece que pegaram um punhado de coisas que ninguém "quer" e jogou numa só alma. E nada disso adiantou, adianta ou adiantará perante meus pontos de vista que foram aguçadamente aperfeiçoados. Não deixo de acreditar nas possibilidades, apenas fechei essa que já não me dói.   

As leituras da lista

Arte: Comfort Zone by Chantal Horeis ou @chantal_horeis A lista de leituras deste ano foi composta, quase que exclusivamente, da...